Como é o procedimento de lipoaspiração e quais são os principais tipos

Lipoaspiração

Procedimento de lipoaspiração

Entenda quando o  procedimento de lipoaspiração e indicado. Muitas pessoas que cuidam do próprio corpo, garantindo a elas uma boa saúde pelos benefícios do exercício físico e outras atividades executadas ao longo de um bom período de consistência, podem, ainda, ter um corpo com contornos desproporcionais devido a depósitos de gordura localizada. Apesar de boa saúde e da prática de exercício físico, algumas pessoas podem, ainda, ter um corpo com contornos inesperados devido a depósitos de gordura localizada. Estes depósitos podem ocorrer devido à explicação de motivos que a princípio soam simples. 

Acesse os depoimentos em 'Destaques' na página de Instagram do Cirurgião Plástico

A lipoaspiração não é um tratamento para a obesidade e não substitui a prática de exercício físico e bons hábitos alimentares. Indivíduos com áreas de gordura no corpo e que se exercitam regularmente são os melhores candidatos a este procedimento.

Em alguns casos, a lipoaspiração é realizada isoladamente, em demais casos, ela é usada com procedimentos de cirurgia plástica tais como o facelift, a redução de mama ou a abdominoplastia.

A lipoaspiração pode ser usada para tratar acúmulos de gordura em várias partes do corpo, incluindo abdome, culotes, raiz de coxas, braços, papada (submento), cintura, costas, parte medial do joelho, axilas, laterais das mamas e até peitoral masculino.

Faça perguntas

Tenha honestidade

É muito importante que você tire todas as suas dúvidas diretamente com o cirurgião plástico sobre o procedimento cirúrgico. É natural que sinta um pouco de ansiedade, seja expectativa com o resultado ou estresse pré-operatório. Não tenha vergonha de discutir estes sentimentos com o cirurgião plástico.
O sucesso e a segurança do procedimento dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida. • A razão pela qual quer fazer a cirurgia, suas expectativas e o resultado desejado;
• Condições médicas, alergia medicamentosa e tratamentos médicos;
• Uso atual de medicamentos, vitaminas, medicamentos naturais, fumo, álcool e drogas;
• Cirurgias prévias.

Orientações prévias

Adultos com seu peso ideal, que têm a pele firme e com bom tônus muscular; • Indivíduos saudáveis que não tenham doença com risco de vida ou condições médicas que possam prejudicar a cicatrização; • Não fumantes; • Indivíduos com atitude positiva e expectativa realista do resultado cirúrgico; • Indivíduos determinados a seguir as recomendações do cirurgião plástico.

Lipoaspiração - Dicas para

O que fazer no dia da cirurgia

Importante:

 

Receber orientações de cuidados pós operatórios.

O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência.

procedimento de lipoaspiração

Principais tipos de Lipoaspiração

Lipoescultura

Na lipoescultura, a gordura é retirada de uma região do corpo, como a barriga, que passa por um processo de purificação e, depois, é enxertada em outra área, como face, queixo e glúteos. Tal procedimento é fortemente indicado para melhorar o contorno do rosto e do corpo. A gordura enxertada, por ser proveniente do próprio paciente, é dificilmente rejeitada pelo organismo. Nos enxertos, cerca de 20 a 30% da gordura são reabsorvidos pelo corpo, enquanto o restante permanece duradouramente.

Lipoaspiração tradicional

A técnica tradicional usa uma cânula simples, inserida na região onde a gordura será retirada. A resistência do tecido adiposo é, então, quebrada com força mecânica: o cirurgião plástico faz movimentos de vai e vem com o acessório para, aos poucos, aspirar a gordura local. A anestesia nesse tipo de procedimento pode ser de bloqueio (da cintura para baixo, tipo de gravida) e/ou geral. Essa técnica é indicada para a remoção de grandes quantidades de tecido adiposo.

Vibrolipoaspiração

É uma técnica que usa uma cânula vibratória. A vibração auxilia na penetração do tecido adiposo, para tornar o procedimento menos traumático. Neste método, o procedimento é mais confortável para o cirurgião.

Lipoaspiração a laser

Também conhecida por lipolaser ou laserlipólise, essa modalidade utiliza uma cânula com laser na extremidade. Antes da aspiração, o laser quebra os adipócitos (células de gordura) e deixa a gordura líquida. Em seguida, uma outra cânula — simples ou de vibração — é inserida na região para fazer a sucção da gordura liquefeita, que é retirada mais facilmente. O calor do laser também cauteriza pequenos vasos sanguíneos e, assim, diminui o sangramento. Como há destruição de adipócitos, essa técnica não é indicada para enxertos.

Lipoaspiração HD

É semelhante à lipolaser, mas usa uma cânula que emite ultrassom em vez de laser. O ultrassom tem vantagens, já que liquefaz a gordura em menos tempo e é melhor para reduzir o sangramento e facilitar a retirada do tecido adiposo. Nesse procedimento não há destruição de adipócitos, que podem ser usados em enxertos posteriores.

Minilipo

A cânula utilizada na minilipo é mais fina (2mm) do que a de uma lipoaspiração tradicional (3mm). Assim, a minilipo é indicada para tratamento de áreas menores e com pouca gordura. Geralmente, a anestesia nesse caso é apenas local. Por isso, trata-se de um procedimento menos doloroso e com rápida recuperação. Cirurgias de remoção de gordura localizada são frequentemente lembradas pelos benefícios trazidos aos pacientes, como o aumento da autoestima. Contudo, para garantir mais segurança e satisfação com os resultados, é imprescindível buscar por mais informações sobre os tipos de lipoaspiração, como riscos associados. Nessa etapa, é essencial consultar um especialista para esclarecer todas as dúvidas.

4 Dicas para uma Melhora na recuperação

Durante o período pós-lipoaspiração, é importante tomar alguns cuidados, como não forçar e usar elásticos, para que a recuperação seja mais rápida e a ferida cicatrize adequadamente. No primeiro dia após a lipoaspiração, é normal ter dor e algumas manchas roxas, pois o local da cirurgia, a ferida e a pele ao redor costumam estar inchadas até o final do 1º mês devido ao processo de cicatrização.

 

1. A Drenagem Linfática é uma Poderosa Aliada
A drenagem linfática ajuda a reduzir o edema, removendo o excesso de líquido sob a pele, dissolvendo nódulos, acelerando a cicatrização, reduzindo o inchaço e aliviando a dor pós-operatória.

2. Emagreça Antes de Fazer o Procedimento
É importante mencionar que apenas 5% a 7% da gordura corporal pode ser removida através da gordura. Portanto, esse procedimento é indicado para pessoas que estejam próximas de um certo peso.

3. Faça Exercícios Regularmente
Faça exercícios regulares, especialmente aqueles que definem seus músculos, como Pilates, musculação, natação, ioga. Na fase pós-lipoaspiração imediata, os pacientes são aconselhados a praticar exercícios mais leves e aumentar gradualmente o ritmo.

4. Aproveite os Resultados e Se Empenhe
Após remover a gordura, a área cirúrgica pode ter inchaço. Para ver os resultados, você deve esperar a área tratada se recuperar. É recomendado esperar entre o segundo e terceiro mês após a cirurgia para se ter uma ideia dos resultados.