O que ajuda na recuperação da lipoaspiração

Entenda os cuidados do

Pós operatório de Lipoaspiração

Antes de uma cirurgia é necessária uma investigação médica completa.

A recuperação da lipoaspiração é uma das etapas mais importantes da cirurgia, pois determinará como serão seus resultados. Sabe aqueles casos com resultados feios, ou aquelas mulheres que relataram sofrer muito no pós-lipoaspiração? Isso pode ser evitado com alguns cuidados após a cirurgia. Quer saber quanto tempo o edema pós operatório geralmente dura? O que é uma banda cirúrgica de lipoaspiração? Ou, ainda, que tal cicatrizes de lipoaspiração?

Portanto, fique atento, pois mostraremos o que está acontecendo após a lipoaspiração, apontando o que é normal e o que não é, e como corrigir cada um. Antes de começar, porém, é importante saber que é necessário seguir corretamente todas as orientações médicas durante o período pós-lipoaspiração.

Acesse os depoimentos em 'Destaques' na página de Instagram do Cirurgião Plástico

Reações pós

Cirurgia

À medida que a cicatrização ocorre entre os tecidos, a paciente sente a pele flácida, pois consegue manipulá-la sutilmente de baixo para cima. No entanto, uma vez que o tecido tenha cicatrizado e o fluido na pele tenha sido eliminado, essa sensação de pele solta após a gordura desaparece à medida que a área fica mais apertada.

No entanto, se a pele ficar flácida por muito tempo após a lipoaspiração, pode ser um sinal de flacidez. A flacidez após a lipoaspiração geralmente ocorre em determinadas circunstâncias. O objetivo da lipoaspiração é reduzir a gordura, não a flacidez. Portanto, se o paciente apresentar uma porção significativa de flacidez, o cirurgião recomendará a abdominoplastia para alcançar os resultados desejados.

Indicações

Iniciais

Em alguns casos de flacidez, pode ser necessário o uso do aparelho de renuvion durante a lipoaspiração, pois espera-se que reduza a flacidez leve e moderada em até 80% em mulheres na faixa dos 30 anos. Fora isso, outro muito parecido é o bodytite, que tem os mesmos objetivos do renuvion, porém, seu uso envolve calor, enquanto no renuvion é um jato de plasma com radiofrequência. Clique no link para saber mais sobre o aparelho! No entanto, se o paciente optar por fazer apenas a lipoaspiração, o excesso de pele aparecerá após o procedimento. E dependendo da situação, esse resíduo pode ser mais pronunciado.
Entenda

Geralmente, os hematomas da lipoaspiração desaparecem depois de 20 dias de pós operatório de lipo. Mas claro, isso se você seguir alguns cuidados no pós operatório da lipoaspiração, como: Não tomar sol no corpo enquanto estiver com as equimoses. Não pegar peso enquanto tiver manchas escuras na pele. Portanto, seguindo essas recomendações, em 20 dias os hematomas da lipoaspiração começarão a desaparecer. E, em dois meses já não terá mais nenhuma presença deles no corpo.

Em cirurgias de lipoaspiração, é preciso evitar pressão exagerada em cima das principais regiões lipadas. Por isso, a recomendação é dormir de barriga para cima. No entanto, a paciente que tiver feito enxerto nos glúteos deverá dormir de barriga para baixo para evitar pressão na região do bumbum.

Um ponto relevante, que muitas pacientes não dão atenção, é sobre a escolha do profissional. Isso é importante porque para as sessões de drenagem pós operatória sejam bem sucedidas e ajudem no bom resultado da lipo, é necessário uma fisioterapeuta experiente em cirurgia plástica. Drenagem linfática mal realizada pode causar danos permanentes após uma lipo. Por isso verifique o local e a experiência do fisioterapeuta escolhido.

Drenagem

Linfática

Normalmente a drenagem linfática após a lipo inicia-se 3 dias após a cirurgia. Em média, são feitas de 10 a 20 sessões, dependendo da extensão do procedimento. Por isso, para saber exatamente quando fazer a drenagem é necessário contar com um médico experiente para recomendações específicas.

 

passos para se recuperar da lipoaspiração

Recuperar da lipoaspiração

O pós operatório é uma etapa muito importante em qualquer cirurgia. É importante entender as etapas do processo para melhorar a recuperação. Neste artigo, listamos algumas dicas para te ajudar nesse período após a lipoaspiração. Uma das coisas que devem ser consideradas ao executar um programa é seu processo de recuperação. Se dói ou não, quanto tempo vai demorar para voltar ao trabalho, exercício, é algo que deve ser considerado antes de qualquer cirurgia. Assim como a lipoaspiração, também conhecida como Lipo, consiste em procedimentos cirúrgicos destinados a melhorar os contornos do corpo através de pequenas incisões. A recuperação dessas incisões é o motivo pelo qual muitos pacientes não podem se submeter à cirurgia, seja por falta de informação ou por puro medo. Pensando nisso, separamos algumas informações e dicas sobre a recuperação da lipoaspiração. Continue lendo para ver os passos para uma boa recuperação da lipoaspiração.

A recuperação da lipoaspiração, diferentemente do que muitas pessoas acreditam, é bastante rápida. O tempo necessário para retomar as atividades varia bastante de acordo com a extensão da área operada, sendo importante respeitar o repouso indicado pelo cirurgião. O repouso inicial pode durar alguns dias, sendo necessário limitar o movimento principalmente da região operada. Apesar disso, é ideal realizar algumas caminhadas dentro de casa a cada duas horas.

No pós operatório da lipoaspiração é normal sentir dor e, é comum aparecerem hematomas e inchaço na área operada. Ela resulta do estímulo gerado pelas cânulas de sucção e de como o tecido foi tratado durante o procedimento. Por mais que as incisões sejam pequenas, é esperado que sinta algum nível de dor ou desconforto no pós operatório, mas não deve ser intensa, podendo ser receitados alguns remédios para seu alívio.

Sua malha elástica é responsável por causar pressão na região operada e auxiliar no posicionamento o tecido no local correto. Deve ser usada, em média, por 30 dias. Seu uso é importante, pois durante a cirurgia de lipoaspiração, a gordura é aspirada através de uma cânula. Após esse procedimento, o local fica vazio e para que haja uma boa cicatrização, esse espaço precisa ser eliminado. Seu uso contínuo pode ajudar o organismo em vários quesitos, como: • Reabsorver os líquidos que causam o inchaço; • Promover uma melhor cicatrização dos tecidos; • Deixar a área livre de irregularidades na superfície; • Evitar pequenos sangramentos.

Outro cuidado muito importante é a realização de sessões de drenagem linfática com um profissional especializado, para melhorar o inchaço e diminuir a chance de fibroses. Após a cirurgia, seu corpo apresenta inchaços e hematomas decorrentes do acumulo de líquidos, e para aliviar esses efeitos, é sugerido o uso das sessões de drenagem. A drenagem linfática ajuda a reduzir o edema por meio de eliminação do excesso de líquido abaixo da pele, dissolve os nódulos, acelera a cicatrização, reduz o inchaço, além de aliviar a dor pós operatória. A drenagem pode ser feita também antes da realização do procedimento, como forma de preparação do corpo.

A recuperação de lipoaspiração é fundamental para uma boa cicatrização. Seu tempo é relativamente rápida, dentro de 15 dias aproximadamente, a paciente consegue voltar para a sua rotina. Claro, evitando atividades que exijam muito esforço e exposição ao sol. Nos primeiros dias, o desconforto é o sintoma mais comum no pós operatório de lipoaspiração. Para o seu alivio, o médico pode prescrever analgésicos e repouso durante a primeira semana. Após a cirurgia é comum que o local operado fique com manchas vermelhas, que se tornam roxas com o tempo, mas desaparecem em cerca de 20 dias.

Para a recuperação da lipoaspiração, se atente a essas recomendações importantes:
• Usar a cinta elástica durante pelo período recomendado; • Não fazer esforços;
• Mexer as pernas com frequência para evitar a trombose venosa profunda.
• Sem academia ou exercícios físicos por pelo menos 2 meses;
• Deitar sem pressionar o local aspirado.
• Voltar a dirigir somente depois de 10 dias;
• Tomar bastante água para evitar a desidratação e tonturas.
• Evitar exposição ao sol. Será liberada somente depois do corpo estar completamente desinchado e sem hematomas.

Como é o pós-operatório da lipoaspiração?

Cuidados no Pós Operatório
da cirurgia plástica

Sim! É preciso usar cinta pós-cirúrgica depois da lipoaspiração, pois além de ajudar a definir o resultado da sua cirurgia, ela ainda traz outros benefícios, como:

Modelar o corpo após a cirurgia
Promover uma melhor cicatrização dos tecidos
Deixar a área livre de irregularidades na superfície
Evitar pequenos sangramentos

01

O ideal é usar a cinta após a lipoaspiração por dois meses. No primeiro mês é recomendado ficar com a cinta no corpo 23 horas por dia (sendo removida apenas para tomar banho). No segundo mês, a paciente pode permanecer com a cinta 12 horas por dia apenas. Porém essa indicação pode variar de paciente para paciente, de acordo com a complexidade da cirurgia e das orientações do seu médico.

02

Vale ressaltar que existem fatores capazes de interferir na aparência da cicatriz de lipoaspiração. Por isso, alguns cuidados na lipo são recomendados para que haja uma boa cicatrização, como: Ficar sem fumar por cerca de 1 mês depois da cirurgia, evitar a exposição solar, ficar sem pegar peso ou fazer esforço físico por 2 meses

Evite

Trombose

 Como evitar trombose após a lipoaspiração?

  • Use meias de compressão elástica nas pernas para prevenir a formação de coágulos sanguíneos;

  • Faça caminhadas curtas e frequentes logo após a cirurgia para manter a circulação sanguínea;

  • Evite ficar sentado ou deitado por longos períodos e mudar de posição com frequência;

  • Beber bastante água para manter-se hidratado;

  • Evitar o uso de cigarros e bebidas alcoólicas durante o período de recuperação;

  • Seguir as instruções médicas cuidadosamente em relação à medicação para prevenir a trombose, como a prescrição de anticoagulantes.