7 Dicas para

Recuperação cirúrgica

Conheça e Aproveite

Dicas para recuperação cirúrgica

O mundo da medicina evolui a todo momento e isso é algo fascinante. Todo o esforço feito pelos pioneiros até os mais respeitados profissionais contribuíram para que as operações de hoje possam ser realizadas de uma maneira muito mais segura. As novas aplicações da tecnologia erradicaram em muitos departamentos o pânico que causavam nos pacientes.

No entanto, é interessante, talvez até importante, conhecer certas orientações a respeito das cirurgias. Às pessoas que tem de ceder a uma cirurgia, nossa recomendação é muito importante. Para que qualquer procedimento dê certo, tanto as responsabilidades do cirurgião quanto a do paciente são importantes fatores para tal. Para que isso aconteça, apresentamos dicas que servirão você entender sobre como se recuperar após a cirurgia.

Dicas

Iniciais

É essencial se estabelecer uma parceria de confiança com o cirurgião, a qual não acaba quando termina a cirurgia. E é a partir daí que ela mais se intensifica.

Acesse os depoimentos em 'Destaques' na página de Instagram do Cirurgião Plástico

O resultado acontece a curto e longo prazo. Você sentirá mudanças à normalização com o passar do tempo e o seu cirurgião irá acompanhá-la de perto. As seções de acompanhamento devem acontecer no pós-operatório. As orientações de posicionamento, os cuidados com a cicatriz, a alimentação, os medicamentos em uso.

CUIDADOS Pós OPERATORIO

Dicas para recuperação cirúrgica

arrow
1
Siga as regras de repouso

Seguir as regras de repouso deve ser o lema nos próximos dias pós-cirúrgicos. Os riscos de arrebentar os pontos com os movimentos bruscos despercebidos, podem ocasionar ocasionar acidentes, afinal de contas, quem nunca ouviu o amigo e amiga que já passaram por situações parecidas como as mencionadas? O que deve ser feito é cumprir sempre as orientações do médico e evitar situações possivelmente graves que gerem ansiedade. Geralmente, os cirurgiões recomendam o descanso para minimizar as chances de cicatrizes mais chamativas e para permitir que o corpo se regenere, ganhando força. Durante este período, o indivíduo não pode esforçar, dirigir, ter relações sexuais ou fazer exercícios físicos. O retorno às atividades deve ser gradativo.

arrow
2
Mantenha uma alimentação balanceada

A alimentação também tem um papel crucial na recuperação após cirurgias. Em linhas gerais, o paciente só deve ingerir alimentos de fácil digestão e em pequenas quantidades, sobretudo nos primeiros dias depois do procedimento. Também é indicado comer menos fibras para diminuir o volume das fezes e evitar o esforço na evacuação. Muitas vezes, a primeira refeição depois da operação deve ser líquida para evitar náuseas por conta da anestesia. Algumas alternativas muito utilizadas são sopas de legumes, vitaminas de frutas, gelatinas e bolachas. É importante também beber água e reduzir o consumo de sal, pois ele favorece a retenção de líquidos e inchaços consequentes.

arrow
3
Utilize cintas modeladoras pós-cirúrgicas

As cintas modeladoras pós-cirúrgicas são frequentemente recomendadas após procedimentos de cirurgia plástica, como lipoaspiração e abdominoplastia. Essas cintas são projetadas para fornecer compressão na área tratada, ajudando a reduzir o inchaço e melhorar a cicatrização. Além disso, as cintas modeladoras podem ajudar a manter a pele no lugar e prevenir o acúmulo de líquido na área tratada, o que pode levar a uma aparência mais suave e uniforme. É importante seguir as instruções do cirurgião plástico quanto ao tempo de uso da cinta e o momento ideal para removê-la.

arrow
4
Só use remédios com recomendação médica

Uma das principais dicas para a recuperação após cirurgias é só utilizar remédios com a devida recomendação do médico. Infelizmente, muitas pessoas no Brasil fazem uso da automedicação, mas isso traz um tremendo risco para a saúde, especialmente após um procedimento como esse. A dor pode ser comum depois de uma operação e, por isso mesmo, você só deve ingerir os analgésicos e anti-inflamatórios que o seu profissional de confiança recomendou. Obedeça a dosagem prescrita e os horários de consumo e comunique imediatamente ao cirurgião qualquer tipo de sintoma que surgir.

arrow
5
Cuidados com o curativo

O curativo protege o corte da cirurgia de infeccionar e deve ser removido ou trocado, somente após a indicação do médico ou do enfermeiro. Existem vários tipos de curativos e suas indicações e o tempo que devem permanecer na cicatriz dependem do tipo de cirurgia, do grau de cicatrização ou tamanho da cicatriz, por exemplo. De forma geral, deve-se lavar bem as mãos com água e sabão antes de trocar o curativo para evitar contaminação e o risco de infecção na cicatriz. Além disso, é importante sempre verificar se o curativo está sujo, se a cicatriz tem mau cheiro ou está liberando pus, pois estes são sinais de infecção e, se for o caso, deve-se entrar em contato com equipe cirúrgica.

arrow
6
Levantar da cama corretamente

O curativo protege o corte da cirurgia de infeccionar e deve ser removido ou trocado, somente após a indicação do médico ou do enfermeiro. Existem vários tipos de curativos e suas indicações e o tempo que devem permanecer na cicatriz dependem do tipo de cirurgia, do grau de cicatrização ou tamanho da cicatriz, por exemplo. De forma geral, deve-se lavar bem as mãos com água e sabão antes de trocar o curativo para evitar contaminação e o risco de infecção na cicatriz. Além disso, é importante sempre verificar se o curativo está sujo, se a cicatriz tem mau cheiro ou está liberando pus, pois estes são sinais de infecção e, se for esse o caso, deve-se ir imediatamente ao pronto-socorro.

arrow
7
Tomar banho com cuidado

O curativo protege o corte da cirurgia de infeccionar e deve ser removido ou trocado, somente após a indicação do médico ou do enfermeiro. Existem vários tipos de curativos e suas indicações e o tempo que devem permanecer na cicatriz dependem do tipo de cirurgia, do grau de cicatrização ou tamanho da cicatriz, por exemplo. De forma geral, deve-se lavar bem as mãos com água e sabão antes de trocar o curativo para evitar contaminação e o risco de infecção na cicatriz. Além disso, é importante sempre verificar se o curativo está sujo, se a cicatriz tem mau cheiro ou está liberando pus, pois estes são sinais de infecção e, se for o caso, deve-se entrar em contato com a equipe cirurgica.

Residência Médica em Cirurgia Plástica

Professor Assistente do Serviço de Cirurgia Plástica UniRIO-Casa de Portugal

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)

Membro da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS)

Fellowship em Reconstrução Mamaria Avançada

 E ai ?  você curtiu esse artigo ? Se gostou e deseja saber mais sobre tudo de cirurgia plástica e ainda sobre o Dr.Hayashi fique ligado em outros artigos que disponibilizamos para você !